Você sabia?

Em 9 de maio de 1624 os holandeses, usando a sua marinha de guerra e cerca de 2.000 soldados, invadiram Salvador. O Governador-Geral, Diogo de Mendonça, foi capturado e mandado para a Holanda. Com a cidade invadida, o bispo da Bahia, Dom Marcos Teixeira, assumiu o comando das tropas em retirada e iniciou investidas contra os invasores, que tiveram que permanecer confinados na capital baiana. Um ano depois, em 30 de abril de 1625, uma armada luso-espanhola de grande poder de fogo cercou Salvador e inverteu a situação, expulsando os neerlandeses. Em 1630 – Uma nova investida holandesa no Brasil assume o controle do litoral de Pernambuco. Apesar da resistência portuguesa, o domínio holandês perduraria até 1654, quando o Tratado de Taborda (e o pagamento de uma indenização aos holandeses) põe fim à ocupação. Entre 1637 e 1644, Pernambuco seria governada por Maurício de Nassau-Siegen, que restabeleceu a produção açucareira, promoveu o desenvolvimento urbano e permitiu a liberdade religiosa e política. Sob sua administração, vieram para Pernambuco cientistas de diversas áreas e artistas como Albert Eckhout e Franz Post.